sábado, 3 de setembro de 2016

Pontapé Inicial

Olá, todos.

Resolvi criar este blog com o propósito de remeter a ele algumas pessoas que me disseram ter desejo de praticar autodidaticamente seu inglês, desde o início.

O blog ficará no ar e disponível para quem mais se interessar, com entrada (e permanência) sempre franca.

No espaço para comentários, o leitor terá a possibilidade de interação direta comigo e com os demais comentaristas que se identificarem.

Ali ele poderá levar todas as dúvidas que se lhe apresentarem a respeito de cada material postado. Também suas opiniões, sugestões, correções, objeções, tudo enfim que considere útil para o possível aperfeiçoamento deste blog, e será bem recebido.

Minha única recomendação para quem deseje sinceramente aprender a língua inglesa e nela aperfeiçoar-se é: faça mesmo os exercícios. Aprender línguas é basicamente uma questão de praticar.

Estou convencido de que isto funciona. E existe uma imensa quantidade de métodos à disposição de quem busca orientar-se nos estudos deste idioma cuja utilidade dispensa maiores considerações, por óbvia que é.

Pessoalmente, fora as aulas normais de inglês que tive no ginásio e científico do fim dos anos 60 a meados dos 70, nunca fiz qualquer curso presencial nem tomei aulas particulares. Servi-me exclusivamente do material que tive disponível, basicamente gramáticas, dicionários e alguns livros e revistas da época.

A maioria deles traziam a pronúncia figurada (nem sempre boa) e alguns ofereciam material em áudio, gravado em fitas magnéticas ou discos de vinil.

Em comparação com os recursos atuais, eram meio precários os recursos de que dispus em minha fase formativa. Mas funcionaram e bastante bem.

Com o passar do tempo e a exposição a melhores fontes, meu inglês foi sempre melhorando. Cheguei a ensinar em cursinhos e dar muitas aulas particulares. Também me qualifiquei como proficiente em inglês por Cambridge e comecei a traduzir profissionalmente em 1985, faz 31 anos.

Este blog pretende ser minha modesta contribuição para o ensino de inglês, desde os primeiros passos.

Pretendo oferecer, de acordo com a aceitação, mais um ponto de referência para quem procura e material para as pessoas se exercitarem.

Vamos lá.